Translate

26 julho, 2015

Um escrito achado

"PÊNDULO"

Com o tempo tantas coisas passam
com o tempo outras coisas são
o que era belo já não tem mais graça
e o sincero foi jogado as traças.

Então a cena já não é a mesma
e as pessoas entram, ficam e vão
e a gente se compõe de espaços
entre mudanças e recordações.

E quando o sino bate eu sei que é hora
a roda vem e muda toda a história
gira, gira a cada aurora
e vai embora até o sol se pôr.

E os dias são assim
a gente ri mas também chora
é feito onda que vive na memória
a gente deita e sente ela passar
e quando acorda vê que está em outro lugar.

23 julho, 2015

Filha da Revolução

Quase todas dizem Frida
mas se questiono
quem foi essa mulher atrevida
as pessoas ignoram
ou se Kahlam.

Frida Kahlo nascida em 1907
foi uma mexicana de vida sofrida
moça pobre com poliomielite
na juventude sofreu grave acidente
que marcou para sempre sua vida
mas mesmo em obstáculo latente
se tornou uma pintora reconhecida.

Em cores quentes ousou e expressou
angustia, dor e paixão.
Em cores quentes ousou e defendeu
a bandeira de sua nação.

Porque Frida não é somente saia comprida
e flores coloridas.
Essa moça ficou conhecida 
como a filha da Revolução
a contestar convicções políticas
a quebrar o que era padrão.

Mulher guerreira de sentimento anti-imperialista
que lutou em pinturas não surrealistas
que se revelou como grande ativista
a enfrentar bravamente o mundo machista 
a revelar o nome do verdadeiro fascista. 

Frida Kahlo não é mito de consumo
as vitrines não contam sua história
apenas a jogam no ralo.

Portanto sejam Fridas de verdade
reparem como a arte dela arde
pintem a dor o amor e o combate
rebelem-se em telas
em falas e ações
digam não ao que impera
a quem nos dita regras.

Pois se a vida é sofrida
então lutem
mostrem suas feridas
e nunca se calem.



Adeus

Presente grego
são as palavras que você me deu
pensei que queria um dia me agradar
mas você só me ofendeu
lhe agradeço por
me desagradar
eu sei quem é que perdeu
conheço a graça do meu ar
realmente você não me mereceu.

Procure em outro lugar
pessoas iguais a você
que gostam de disputar
até o amor adoecer
que precisam pisar
para se engrandecer
isso é o amargar
que te fará padecer.

Quando você quiser voltar
procure me esquecer
porque eu não vou retornar
para quem gosta de fazer sofrer.

Aborto

Escrevo por mágoa
não é saudade
Escrevo por raiva
e é verdade
Se um dia te quis
hoje desquero.

Poemas alegres
não lhe escreverei
abraços sinceros
não te darei.

Você em mim não tocará
Você em mim morrerá.

A única coisa que quero
é nunca mais te ver.

Na minha estação

Eu aqui já me arrumo para a primavera
enquanto que você aí hiberna
Eu gosto de flores
mas você do inverno
Eu quero amores
porém você só faz inferno
Investe em dores
eu é que não viverei do seu interno.

22 julho, 2015

Quando o vejo

O amor está ali
naquele casal senil
vejo alguns raros por aí
de mãos entrelaçadas
e enrugadas
uns vivem de bengala
outros de cadeira de rodas
ou então estão juntos
subindo a escada
degrau por degrau
e com cuidado.

Aquele senhor
como olha para ela
como ainda a acha bela
aquela pele um dia jovem
hoje está velha
mas ele mesmo assim a vê
como se fosse de uma donzela.


Esse amor,
Ah...esse amor
não é desses de novela.

Ele envelhece
mas nunca adoece.

20 julho, 2015

EXPURGO

Quando tu vens 
em meus pensamentos
eu te elimino
eu te expulso
ainda que na escrita
eu te vomito
pra limpar o estrago
assim eu costuro
os rasgos.

Se eu pudesse
depositava toda
a minha força
e te empurra 
de vez 
pra fora de mim.

11 julho, 2015

Sábado

Um dia frio que por dentro é quente
um inverno de verão não é o inferno
tempo da quentura do que faz escrever
clima ensolarado dentro do peito
que seca feridas
e mostra a verdade de outros caminhos.

Trilhas com ilhas e mares
ruas bonitas e lares
canto que escuto das aves.

É sábado de festa e poesia
no sarau da minha vida
as pessoas protestam mas
também dançam em plena avenida.

A gente se entristece
mas a gente também escuta os pulsos
do coração que pede alegria
então demos a ele o calor
a energia que derrete o gelo
e nos contagia.



09 julho, 2015

O AMANTE DO BUKOWSKI - Fim

"Sobre Canecas e Chá"


Nós conhecemos há quase 23 anos, praticamente um irmão - amigo de longa data. Recordo-me da época da escola, de nossas conversas em grupos, geralmente eu e mais 4 moleques, política, 12, 13 anos de idade, 7ª série (francamente eu não sabia que o Bukowski aí gostava de poesia, descobri muitos anos depois). Com o tempo a gente aprende, desaprende, acha que aprende, enfim, e nada era como nossos professores haviam dito, e os da universidade conseguem ser muito piores - são arrogantes, conservadores, e os que se dizem de esquerda,"os de esquerda se vendem" - apenas!

Somos geniosos, nunca daríamos certo como um casal - quase que idênticos, carinhosos e explosivos - fazer o quê se é verdade? Ainda bem que nunca nos apaixonamos, ainda bem que nos tornamos los hermanos. 

Seus escritos, quase que uma imitação do original, do verdadeiro Bukowski. Me passa a mesma sensação. Bukowski não é engraçado, as pessoas riem sem entender, boa parte de suas obras são depressivas - porra, isso não é alegre, então, eu não entendo certas falas, parece uma ilusão, por acaso alguém se sente bem assim? de verdade? eu não entendo!

Em seus textos as pessoas dizem bacana, riem, mas é triste, mas é triste, ninguém percebe que é solitário demais? - Será que eu sou louca? Eu sempre fui do contra, não porque quero ser do contra, contudo, eu tinha que escrever algo diferente, eu questionava, era preciso um outro lado, uma outra visão, não necessariamente a minha, no entanto, refletir sobre aquilo. 

- Não se afunde amigo, não afunde elas também!

Seus textos, relatos de sua realidade mesclado com alguma coisa a mais. 

O problema é que elas se apaixonavam, enquanto ele dizia foder, enquanto ele dizia seios, peitinhos, buceta, trepada....enquanto ele dizia tantas coisas e as largava como um nada, e depois tudo se acabava em alguns copos de uísque e um pouco de chuva, e um cara mais triste do que as moças que ele largou por aí. 

Os escritos.... parecem que se concentram em somente sexo e bebida, mas é muito mais do que isso, neles se escondem alguém perdido e vazio, estão entrelinhas. 


Há pouco lembrei de uma música que ouvíamos no carro enquanto ele se mostrava apaixonado por uma amiga minha, o relacionamento deles durou cerca de 8 meses. Sim, ela sofreu muito, e eu...bem eu fiquei entre a cruz e a espada, e ele... continua nos mesmos textos, sentimentos e fodidas. 


05 julho, 2015

O que é crime hediondo?

Lesão corporal de natureza grave
é um buraco no estômago
chamado fome, chamado pobreza.

Crime hediondo é o que fazem 
com a população brasileira 
vejo que a cada manobra 
oprimem ainda mais a classe pobre.

Somos estuprados todos os dias
em nossos salários, 
na venda de nossa força de trabalho
em pagar mais do que ganhamos
naquilo que nos mesmos produzimos. 

Latrocínio é o que fazem os bancos 
e as grandes companhias.
É esse Estado capitalista
que primeiro nos rouba
e depois nos mata.

Sensibilidade

É preciso cuidado para não perder a sensibilidade
da leitura, do toque, da escrita
a sensibilidade da música, 
do sensível ouvido, 
da compreensão das palavras
dos segredos das estrofes
e das reflexões que lentamente
penetram em lugar profundo,
um abraço na alma.

É preciso cuidado para não perder
a sensibilidade de enxergar 
de não se tornar cego 
ainda que com a retina saudável.

É preciso sensibilidade
para sentir o ser humano de verdade.