Translate

16 julho, 2014

O roseado do asfalto

Queria a beleza da cerejeira 
se o meu corpo fosse um tronco
e os meus braços cheios galhos
eu espalharia flores cor de rosa
pela calçada.

Seria charmosa
ousaria me abrir no inverno
não usaria botas, casacos e meias. 

Rasgaria o cinza e floresceria no frio 
seria a cor viva que brilharia nos olhos de quem me viu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário