Translate

04 maio, 2014

A metáfora de um câncer

A sua amargura me amarga na porta da sala
e um convite mal feito.
Vives da cor de um cinza. 
Eu já vive e já deixei 
e você?

Veja que é sol.
Veja que é céu
céu azul.

Abre a janela do teu peito 
deixa partir seus partidos 
pra poder preencher de azul o que está negro.

A vida não é só de uma cor. 
E os pássaros cantam lá fora 
e você não escuta e não vê.

Permita outro sabor. 
Permita conhecer o que é vida pulsando
não se enterrar.

Não vivas num caixão 
quando ainda se está vivo.
Não penses em cremar o próprio corpo
quando o seu sangue ainda está quente.

O tumor é uma massa cinzenta que cresce dentro da gente 
o que mata ele não é a cirurgia 
mas o que se passa de bom em nossa mente.

Retira e não tira?
Tire o que não te faz contente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário