Translate

27 janeiro, 2014

Pacífico


Tem tinta por todos os lados e eu já não sei o que acontece aqui, o se que espalha em mim,o que pinta em mim, é uma surpresa tão agradável mesmo sem saber definir, só sei que preenche tantas coisas e cores escuras que simplesmente estou deixando preencher sem fugir. O tempo às vezes demora, às vezes parece rival, não é sempre que percebemos que não é bem assim.

São tantos eventos que acontecem ao mesmo tempo, alguns avessos e outros perfeitos, eu não sei bem explicar o curso das águas, certamente, não cabe a mim e nem a ele decifrar, é um mistério, nos deixamos levar, lavar, nos deixamos ser e estar.

É bom respirar e sentir que nada mais dói quando o ar retorna, que o pulmão não está mais sujo e que o coração bombeia novidades para todas as partes do corpo. É bom poder se encontrar em outros traços, abraços, em novas histórias, quão grandioso é poder escrever tudo o que sinto agora, mesmo sem saber definir exatamente este sentir. Só sei que navego sem pressa. Mergulhamos lentamente na profundeza deste oceano.



Nenhum comentário:

Postar um comentário