Translate

07 dezembro, 2013

GIZ PASTEL SECO


Giz pastel

Nas folhas de canson

Desenhos que emitem sons

Contornam os dedos do coração
 

O toque

Grave

E suave

Da expressão do rosto


A margem feita de um abraço
 
Na calçada do jardim da minha casa

Não cimentada, é claro.


Giz pastel
 
Criou uma árvore

Um balanço

Uma cabana perto do lago sul

E fez ver

Bichos no mato 

Frutas caídas
Gente na rede             
Comendo uva 
 
Ah giz pastel
O senhor é um mago?
O que és?
Parece varinha na mão de alguém
Ou o pó que constrói magia no papel.
 
Ah...meu giz pastel !
 
 


" Vila Rica "

 
 
 

Bolhas de sabão

Transportam alegria

De uma tarde

Com a família.


Vira uma canção

Daqueles que compartilham

A torta da vó

Do sabor de baunilha.


Já a criançada na empolgação

Abre o armário

Revira tudo

Pra fazer bagunça com vasilha.


Enquanto as tias conversam

Sobre superstição

Se comer ou não

No final do ano a tal da lentilha.


Os tios disputam

Fazem apostas do Coringão

Dai a harmonia cede espaço

Para uma tarde já não tranquila.


E há quem coloque um musição

Pra brincar, brindar, festejar

A união de parentes e amigos

Na festa desta vila.


06 dezembro, 2013

Clarão

A energia desta pureza

É uma luz

Que rodopia em minha cabeça

Lilás

Azul

Crescente pela força da natureza.

MISTÉRIO

Gosto do segredo

Do sagrado

Do insano

Do secreto

Do discreto


O ousado camuflado
O vermelho apagado
O olhar disfarçado


Gosto do sorriso nos lábios

De sacana

De ingênuo

De esperto come quieto


O esconderijo infiltrado
O movimento
O detalhe
O jeito como observa


Gosto da interrogação na sobrancelha 
De dizer quase tudo
E querer quase nada

Aprecio a dúvida 
A descoberta 
E o semiaberto

O que tem embaixo disto?

O que está atrás da porta?

04 dezembro, 2013

Vitral Colorido


Comentário:
 
Saudade é uma palavra abstrata que inventaram impossível de traduzir, não tem como defini-la , é uma sentimento tão intenso , colocamos palavras e mais palavras e mesmo assim é inevitável . Por quê?

Não adianta forçar a mente , o dicionário , o google ou os grandes autores que escreveram a respeito dela,  não encontramos meio de transpor todo este "sentir" , que às vezes parece inesgotável, ao ponto de deixar-nos loucos, aflitos, mortos de tanta "solitatis" , que contamos os segundos, minutos, ou então ficamos a imaginar aquela cena a qual aconteceu ou poderia ter acontecido, e até isto existe: - saudades do que ainda não existe . Pode uma coisa destas?

Sentirei saudades de nossas conversas , aquelas já existentes , as que estão por vir e de outras que nunca virão!!!

ResponderExcluir 


(erro de atualização, texto postado no ano de 2012)

Sexta-feira 13

 
Treze tentativas de homicídio 
mais
Outros treze suicídios.

Treze vidas cortadas 
Multiplicado por treze
Junto ao nazismo .

Treze enfermos no leito de morte
 Para treze médicos em declínio.

Treze dores presas aos pesadelos 
Com treze pessoas a gritarem de medo.

Treze em algarismo romano tatuado no peito
Para treze vítimas em desespero.

Treze filmes de terror assistidos
Em treze dias de horror consecutivos.

Treze línguas do mal 
Para treze políticos farsantes a fingirem diplomacia.

Treze derrotas da fala
mais 
Treze impunidades não justificadas .

Treze vícios amargos 
Interligados a treze vínculos constantes.

Treze psicopatas em série 
A disputarem treze canais de rede tv em manchetes.

Treze elevado ao número treze
Igual a quantidade de famílias abandonadas,
Em contraste aos treze aumento de impostos  
A cada treze horas.

Treze broncas engolidas 
Com treze torturas compridas.

"Sexta-feira treze
Ame-a ou deixe-a"
 
 
 
 
(erro de atualização, texto postado no ano de 2012)


Palavras-Palavrear-Palavreando

Palavras remetem
Escolhem e vestem
Palavras pertencem
As palmas e plumas da vida
Palavras contidas
Expressão linguagens reprimidas
Palavras expostas por livros e índios
Línguas , dialetos , labirintos
Palavras que trago
Do porão guardadas.
Palavras que mostram
Primórdios debates.
Palavras aquietam
Silenciam a alma
Palavras riem
Expressão e deprimem
Palavras , palavras
Maravilhas!


(erro de atualização, texto postado no ano de 2012)

"G E M A"

 
- O que ela faz exceto escrever?
Lembrei de Dona Tereza - Senhora dos quadros , ambas com fisionomias parecidas , tanto que cheguei a pensar que fossem a mesma pessoa.

- Equivoquei-me !

Tereza em seus desenhos e pinturas deixa magia , encanto , beleza. E Gema em teus escritos aprofunda verdade e doçura , ternura , que ao lê-los sinto uma forte paz , acalma.
- Por que será?
- Sensação de conhecê-la de algum lugar.

Comprei um quadro de dona Tereza há mais de um ano , escolhi a paisagem , modifiquei e mandei pintá-lo para alguém o qual jamais ousou entender o real sentido.
As vezes recordo deste quadro - grande , moldura grossa e pesada . Trouxe nos meus braços , machuquei-os , mas , o sentido também fora de calmaria.

" Agora Gema
  Faz pintura para todos
  Com os teus poemas".

Tive a impressão que escrevera para mim , porém , não sabe de minha existência . Foi egoísmo meu , neles estão muitas partes do mundo. Visito as palavras dela sempre que possível , pois causam alegria.


(erro de atualização, texto postado no ano de 2012)

Resposta



Que haja vento,
Que neste vento, haja um escape,
Que neste escape encontre um firmamento,
Que neste firmamento encontre um pássaro,
Que este pássaro encontre fuga,
Que nesta fuga ele encontre a saída,
Que nesta saída haja luz
Para uma menina que o conduz !!
 
 
(erro de atualização, texto postado no ano de 2012)

Diz Léxico Fonema

Diz torce
Diz contínuo
Diz inflama
Diz contorce

Diz atrito
Diz mente
Diz compasso
Diz contente

Diz peço
Diz digo
Diz membro
Diz cuido

Diz simulado
Diz entendido
Diz causa
Diz encontro

Diz inibido
Diz traido
Diz leal
Diz astuto

Diz proporcional
Diz esperado
Diz gosto
Diz forma


Diz elegante
Diz respeito
Diz conduta
Diz mascarado

Diz aprender
Diz pretensão
Diz vantagem
Diz merecer

Diz carregar
Diz ligar
Diz ânimo
Diz apegar

Diz empatar
Diz por
Diz crer
Diz prevalecer

Diz marcar
Diz perto
Diz vinculado
Diz prazer

Diz consertar
Diz pedir
Diz procriar
Diz amamentar

Diz puta
Diz atenta
Diz apagou
Diz emprego

Diz montar
Diz farsante
Diz matar
Diz incriminar

Diz cobrir
Diz afogar
Diz crescente
Diz solvente

Diz colar
Diz cortar
Diz bancar
Diz figurar

Diz trocar
Diz implante
Diz prender
Diz confiança

Diz disse
Diz conto
Diz proteger
Diz arvorado

Diz equilíbrio
Diz embaralhar
Diz graça
Diz maio

Diz preparado
Diz igualdade
Diz encantar
Diz amor.



(erro de atualização, texto postado no ano de 2012)

Teimosia

 
Enquanto os meus óculos não chegam
Eu ando devagar
Desejo de rimar
Sem destino para chegar

Enquanto os meus óculos não chegam 
Eu não posso detalhar 
Não tem como esmiuçar 
O que faço é escutar 

Enquanto os meus óculos não chegam 
Eu morro de vergonha
Confundo o local
Com outra cerimônia 

Enquanto os meus óculos não chegam 
Eu disfarço enxergar
Na persistência de tentar
Eu caio no azar.


(erro de atualização, texto postado no ano de 2012)

03 dezembro, 2013

Receita-se

Não,

Não escreve só a tristeza 
Não é sempre desta que se compõe a beleza.

O sorriso também transcreve palavras
Os momentos bons vivem repletos de licença poética 
E até ousamos tamanha metáfora para expressar a nossa imensa felicidade,
ainda que esta seja passageira.

É quase sempre assim,
O leva e traz
O vai e volta.

Bonito mesmo 
é enxergar a beleza de cada etapa.

Do riso ao choro infeliz
Da gargalhada a uma cicatriz 
Do carinho a uma palavra maldita.


Verdade,

O inverno com o seu concreto constrói edifícios belos,
mas não é por isso que a primavera não deva ser celebrada.

Que rabisquem os poemas as flores também,
Que sejam declamados os seus frutos. 

"Recite-se o que faz bem".





Adicionar legenda




02 dezembro, 2013

Segunda-feira de equinócios e solstícios


Estico os braços

Alongo as pernas


Desperto !!!


Dia de todas as estações ...


Em mim prosas e desajustes

Em mim poesias e romances


Sol e chuva

Calor de uma tarde imensa

Refresco de uma brisa com versos.



01 dezembro, 2013

PURO


O melhor do amor

É não morrer por ele

Não viciar-se nele

Deixa-lo solto


Para cantar em outros cantos

Para descobrir novos bandos

E encantos.


O melhor do amor

É não insistir quando não se quer

É dizer a verdade mesmo se doer

É precisa partir quando não se acabou.


O melhor do amor

É amar

Amar sem ter

Porque não precisa ter para amar

Amor não se tem, se dá.


Não, não é a falta de emoção

Pois o rio quando transborda sempre deixa algum estrago

Mas, depois fica calmo

E daí, por certos acontecimentos

Você percebe a força e o tamanho que ele tem.


E descobre que amar

É apesar de tudo

Querer bem.


Sem precisar feitiço

Sem precisar pressa

Sem precisar forçar

Sem precisar disputa

Sem precisar nada

Somente, amar.

O AMANTE DO BUKOWSKI

Trepar, comer e foder

Caos no mundo

Amor não correspondido

Problemas na família

Paisagens, mulheres e viagens

Beber e beber

Sim, cerveja

Mas você veja

Estas são as palavras chaves

Dos textos daquele cara

Cara estranho

Divertido, sarcástico

e

Um belo de um filho da puta

Sim, filho da puta como ele mesmo disse

Porque toda vez que marcava um encontro consigo mesmo

Ele não ia

Nunca dava certo

O carro enguiçava

As avenidas ficavam interditadas

Dava enchente , tiroteio

E até gente morta

Outras ficavam  feridas ou machucadas

Assim como ele e suas cicatrizes

Mas disfarçava bem em suas gargalhadas

E o que se passava era muito além do que a última transa

ou a partida de ex-namoradas

A verdade era o vazio

Completo vazio

Que ele tentava compreender

Que ele tentava preencher

Mas quem sabe num dia desses

De repente

Ele vire a página de vez

E se encontre para se perder

E se perca para se encontrar.

RECAPITULANDO

  
T e m p o
Tempo de arrumar o quarto quando me sobra tempo
De olhar o meu templo
Contemplá-lo
Limpar.
 
T e m p o
Tempo de abrir o guarda-roupa
Separar algumas peças
Tecidos costurados
Que já não me servem mais
Que já não me vestem mais
Porque estão largos e outros apertados.
 
T e m p o
Tempo pra ver o que têm nas gavetas
Ler cartas - e quantas
Reviver fotografias
Achar um livro perdido e uma caneta sem tampa.
 
T e m p o
Tempo de tirar a poeira
Varrer a sujeira
Colorir as paredes
Colocar alguns quadros
E abrir a janela.
 
Sim, a janela do meu quarto.
T e m p o.