Translate

04 fevereiro, 2013

Caminhos

A vida é repleta de mistérios
Com os seus sabores
Nem sempre decifráveis 

Que comporta outras vidas 
E abre as portas  para novas vindas
E convida depois das idas
Para  ver o Sol do nosso meio dia 

Eu percebo que a vida é uma partida
Feita de instantes por idas e vindas



E a etapa de hoje que fala comigo 

E ainda narra contigo 


Deixa histórias e cria oportunidades
Que até então nós desconhecíamos .




2 comentários:

  1. “A vida me chama a vida”.
    Olhar com os olhos que quase não se vê...
    Olhar o algo menor e encontrar nesse o maior valor de se viver!
    Nanda adorei as palavras, e a fotografia é algo estupendo. Muro, rua, calçada, planta e uma janela que só entende quem pode ver... Sensações!

    ResponderExcluir
  2. Que bom que voltou Fernanda, estou aguardando novos escritos.

    ResponderExcluir