Translate

12 novembro, 2012

DO QUE NÃO SEI

                                                          
O estranho disse que o amor é dor    

O odor da flor
Um ator amargo
Um sorriso em sabor
Disfarçado de saber
O que é querer
Sem poder ter


Escrever para quê?
O sentimento não se lê


 Um crime talvez ?
 Se for é imprescritível
 Porque a pena não tem tempo
A sanção sempre é válida
                                                      


 Pois amando matou
                                                      
                                    Quem mais amava . 

2 comentários:

  1. Adoro os dois últimos versos!
    Fernanda, a sua poesia é excelente!
    Venha mais, gostei imenso!

    ResponderExcluir
  2. Até hoje, muitos confundem o amor como uma posse.É uma pena. Hei! Ainda bem que temos a menina e o pássaro.

    Beijos.

    ResponderExcluir