Translate

08 maio, 2012

Desconhecido


Escrevo o que não sou e o que me falta.
Conduzo versos para esta  flauta.
O meu encontro com os meus textos são fantasias , quase que como magia que encanta e distancia.
As minhas palavras montam cenários , as vezes solitários em busca de refúgio , outrora contentes a dançarem pelos palcos .
- Eu invento!
Como é gostoso abrir um livro e ler uma ficção com sentido para uma vida que parece vazia.
- Nostalgia!
O disco que toca naquele vitrola , vive a inundar os meus pensamentos , e caso aquela agulha venha a quebrar-se , eu perderei as próximas cenas , o descontrole de seca , o deserto habitara a mente e transformara claras ideias em sepultamento .
Mas , com o disco riscado , e a vitrola um pouco arruinada , ao fundo do poço eu procuro um esboço capaz de criar escadas para uma nova invenção .
Sinto que ao transcrever tudo o que eu sinto , sente outro alguém um sentir diferente , que não sou eu , é um ator que mente.
Enganar a mente da platéia é uma arte cheia de "elucidações".
Iludir os leitores para eternos amores é uma encenação de palavras com rimas , sentimentos coloridos sem distinguir o que é evasivo .
Faço ver em mim uma verdade irreal , não é dupla personalidade , não é transtorno bipolar , porque me vejo e não me vejo .
Assumir o controle do lápis sobre o papel , ter uma borracha se eu me cansar , ou rasgar esta folha , amassá-la, e pegar outra para novamente rabiscar e rasurar , faz com que seja alguém que não sou eu.
Um poder toma à frente , recordo de tudo que foi visto e escrito , contudo , não era eu. Era quem?
Nestes dias vi um vaso pintado num quadro , nele continha uma paisagem belíssima , tinha o mar , as areias , as árvores , e estas árvores eram as plantas colocadas dentro do vaso junto as flores , e fora do vaso existia outra paisagem mais fantástica ainda . Eu simplesmente me transferi para este lugar , e descobri que neste local vivia uma pessoa igual a mim e diferente de mim.

3 comentários:

  1. Meu Deus! Essa é a MINHA amiga!
    Nandão, ficou ELOQUENTE, VERBOSO e SENSACIONAL!
    Parabéns minha prodija Clarice Lispector!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eeee laiaaaaaa...como os amigos são exagerados , isto que é amor em!rsrs
      Obrigada Jane!

      Excluir
  2. A arte de entender o irreconhecível dentro de nós, muitas vezes é o que temos de mais interessante...

    Muito bom!!!

    ResponderExcluir