Translate

03 março, 2012

EU


Não atormente-se
que a vida da gente
é um filme sem parar.
Quando a cena passa,
não tem como voltar.
Se eu digo-te o que fazer ,
não escute-me ,
vai sem medo ,
que a vida é tua ,
tem que arriscar.
Eu já não importo com o que falam
ou pensam .
Eu quero mais é voar .
Se falta-me algo não perguntam ,
Mas , caso eu tenha querem questionar.
Viver de fachada não é para mim ,
mal consigo mascarar .
Roubam tudo , querem nos pegar.
Se eu deixar nem posso sonhar.
Por isso eu sou assim,
Não encaixo no que estabelecem para mim.
Sigo ordens , obedeço leis
Pago impostos - todos.
Até calo quando eu deveria falar em algumas circunstâncias .
Contudo , não venha controlar os meus passos ,
A minha fala , o meu pensar .

5 comentários:

  1. Nanda é bem assim mesmo.

    As pessoas não entendem, as coisas dão errado pra nós é tudo mais díficil e complicado.

    Mas, agora meu pássaro é a sua hora de voar e da borboleta partir... Então? Vamos?

    E volte como a Dama da Justiça!
    Eu confio, meu orgulho!
    Beijo e abraço
    Journey^^

    ResponderExcluir
  2. Perfeito Fe! Não me canso de falar o quanto admiro sua forma de se expressar!
    Amo vc! Bjão

    ResponderExcluir
  3. Um pouco de todos, um frasco de mim, solitude convergente...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dama da Justiça?...rs , agora você forçouu!!rs

      Obrigada Jane ^^''

      Excluir
  4. Muito bom Fê!
    Belas passagens e contradições.

    Só revoluciona que tem com o que se rebelar!!

    Viva lá revolución!

    ResponderExcluir