Translate

16 fevereiro, 2012

Interrogação do Ser


  Quantos cacos nesta bagagem?
  São estes os mesmos que fizeram crescer?
  Se penso em retornar , logo desisto ao saber que isto não é oportuno.
  Deixo as horas enganar-me. 
  Não tenho como recuar. 
  Para algumas coisas não existem chances , existe o fim.
  Talvez o fim seja um meio de progresso,
  Uma forma de experimentar algo novo
  E descartar o que criou cacos em nossa alma.
  Devo esperar um sorriso sincero
  Uma amizade concreta
  Chega de hipocrisias. 
  Por quê manter máscaras se não preciso delas?
  Como disse Cazuza:
" Tô cansado de tanta babaquice, tanta caretice , dessa eterna falta do que falar"
  Viver deveria ser tão simples , e é extremamente complexo , 
construímos eternas barreiras , distâncias , matamos o que existe
de bom - a vida .
  Somos mesmo seres humanos?
  O que é ser um ser humano , o ser humano?
  Tanto faz , "um ou o" , o que é o HUMANO?
 -Um mostro que procura hipocritamente perfeição?
  A que ponto chegamos , não entendo a nossa evolução ,contrastante,
os sentimentos não modificam , aliás eles estão programados, farsantes
do egoísmo , ignorância , ganância.
  E ainda existe quem diga que o mundo acabará em fogo ,inundação , um 
meteoro quem sabe , e eu também acredito nisto , aliás eu vejo isto , em
meio a metáforas.
  Não sei se é o planeta que deteriora-se ou se somos nós?
- Possivelmente os dois , somos a consequência de nossas ações .


  " vida louca vida , vida breve , já que eu não posso te levar , 
 quero que você me leve"
  

Nenhum comentário:

Postar um comentário