Translate

30 janeiro, 2012

Trégua

 

Hoje eu queria um dia de Sol
Longe deste lugar
Perto da paz
Da calmaria dos que produzem o bem
Dos caminhos pedregosos
Das palavras malditas
E gestos insolentes
Que me buscam a cada pensamento
Fiquem distantes de mim
Pelo menos por um tempo
Mas a vida não é assim
De dias bons e eternos
As guerras chegam e derrubam-te
E se não tiveres forças
Os degraus aumentam
Contudo, hoje eu quero uma dia de Sol .



 

Nenhum comentário:

Postar um comentário