Translate

30 janeiro, 2012

" ENTÃO "


 
Quando você não sabe o que tem ,
você pensa no que tem ,
e fica sem saber o que tem ,
mais confuso que o anterior .

Assim, você decide descobrir o que tem ,
e aquilo que tem não é seu ,
não é de ninguém .
Quem o tem então ?
Ter o que ?

Mas, se é de ninguém , caso fosse , o que seria então ?
O "então" seria de todos nós ,
pois ninguém sabe o "então" o que é (?)

Muito mais confuso que o anterior ,
Não seria resumido o "então",
Nem faria parte de uma conclusão .
Então , então, então !!



Um comentário:

  1. Olha eu revirando o baú! Belo poema filosófico, rsrs

    Gosto de voltar e reler os antigos, com o passar do tempo enxergamos idéias novas nas entrelinhas.

    ResponderExcluir