Translate

30 janeiro, 2012

COLHEITA

 
O tempo cura , fico a pensar na vida . Morreremos , e por mais que venhamos a afirmar que estamos cientes disto , na realidade não estamos . O tempo passa, dizemos que escapa de nossas mãos, porque a culpa é do tempo, do outro  não de nós que o deixamos escapar . Damos tantas oportunidades para fechar os olhos, tornamo-nos cegos, imaturos, que os anos passam e nos diminui, mas, a opção em não crescer foi nossa.


Fazemos de tudo e um pouco mais, tanto esforço para provar que somos capazes de continuar no mesmo lugar, com os braços cruzados e a crença de sermos melhores que os demais, ferindo o próximo em sentimentos, palavras, e muito pior, machucando a nós mesmos que não enxergamos a podridão de nossas ações .

O egoísmo triunfa;
O ser que fala mais alto;
As escolhas malfeitas;
A doença da alma;
Dos olhos , do coração;
De nossa razão que nos intitula juízes;
Da prepotência ;
A hipocrisia mascarada e;
Esta farsa que criamos e acreditamos ser verdade.

Hoje tem Sol , o céu está azul , não é cinza como ontem . Não sou tão adepta ao “carpe diem“, contudo , é preciso sentir , conhecer, amar, viver, e a gradação de coisas boas só poderão vir através de nós.Pensamos, repensamos, nem sempre aquele caminho que julgamos certo é o correto, como um colega meu disse: "é dar murro em ponta de faca” .
- É verdade!!
Algumas pessoas levam anos para entenderem algo, anos para perceberem que jogaram preciosidades no lixo, e outras perdem horas ou então dias, para chegarem em conclusões diferentes de outrora, aquelas as quais jamais pensaram assinalar .

Julgamo-nos tão espertos, tão analíticos, tão maduros e, no final das contas somos todos formados por medos, inseguranças e sonhos .

Vamos observar as importâncias aos redores,
Não tenha medo daquele caminho,
Encare-o !!
Faz parte da vida,
Dificuldades virão e as alegrias também,
Tudo que cultivamos, colhemos, é um fato, assim, deixe ser consumado.
Cresça, aprenda, amadureça, enfim, seja feliz .

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário